quinta-feira, 2 de abril de 2015

Descoberta rã que muda de aparência em cinco minutos




A rã foi descoberta por dois investigadores norte-americanos na reserva natural de Las Gralarias, no Equador.

Foi descoberta uma rã que consegue mudar a sua aparência em cinco minutos e meio, nas florestas andinas do Equador. O anfíbio batizado de "Prismantis Mutabilis" faz desaparecer as protuberâncias e rugosidades da sua pele de modo a torná-la lisa e escorregadia.

O biólogo Juan Manuel Guayasamin, diretor do Centro de Investigação sobre a Biodiversidade e Alterações climáticas da Universidade Tecnológica Indoamérica do Equador, afirma que "já tínhamos notado que os répteis podiam mudar a cor da pele, mas nunca tínhamos observado mudanças de textura tão significativas".

A rã tem uma cor esverdeada, mede até 2,5 centímetros de comprimento e utiliza a sua capacidade como camuflagem para enganar os predadores.

Tim e Katherine Krynak, dois investigadores norte-americanos, descobriram a rã em 2009 na reserva natural de Las Gralarias. A mudança de textura deste anfíbio tornou-se conhecida após se terem realizado estudos morfológicos.

Desde a sua descoberta que já foram recenseados sete exemplares nas reservas de La Gralarias e Los Cedros.

Manuel Guayasamin disse ainda que a "Pristimantis mutabilis" é uma espécie "bastante comum", mas que habita "num ambiente de difícil acesso".

O Equador é o terceiro país mundo com a biodiversidade mais importante de anfíbios, no qual habitam cerca de 557 espécies.