terça-feira, 28 de abril de 2015

Estes pequenos robôs arrastam objetos que pesam 2000 vezes mais do que eles


O robô consegue arrastar pesos muito superiores ao seu através do uso de uma espécie de adesivo semelhante ao usado pelas osgas.Fotografia © Karen Ledenheim | Stanford University

Veja o vídeo. Os cientistas que desenvolveram os robôs dizem que o seu feito equivale a uma pessoa a arrastar uma baleia azul em terra seca.

Um grupo de engenheiros da Universidade de Stanford desenvolveu robôs miniatura, chamados MicroTugs (em português, micro reboques), capazes de arrastar até duas mil vezes o próprio peso ou trepar paredes a puxar objetos pesados. Os robôs foram desenvolvidos com inspiração nas capacidades das osgas.


Um dos robôs pesa 12 gramas e consegue arrastar objetos duas mil vezes mais pesados. Equivalente a uma pessoa "a arrastar por aí uma baleia azul", disse à revista New Scientist um dos investigadores da Universidade de Stanford na Califórnia, David Christensen.

O segredo está num adesivo especial que se encontra nos pés do robô, inspirado no que se encontra nas patas das osgas. Pequenos espigões de borracha cobrem a sola dos pés do robô, espigões esses que se dobram quando é aplicada pressão, aumentando a sua aderência e permitindo ao robô permanecer no lugar e arrastar pesos enormes.

Um outro robô, que pesa só nove gramas, consegue trepar uma parede de vidro usando os mesmos adesivos, enquanto arrasta um peso de até um quilo. "Como uma pessoa a trepar um arranha-céus enquanto transporta um elefante", compara a equipa na página do projeto. E um robô minúsculo, que a equipa fez com pinças sob um microscópio e que pesa só 20 miligramas, consegue arrastar objetos 25 vezes mais pesados, do peso de um clipe, por exemplo.