quinta-feira, 30 de abril de 2015

Raríssimo peixe-remo é encontrado na Nova Zelândia





Na pequena cidade de Dunedin, na Nova Zelândia, foi encontrado um raro peixe-remo morto na praia. O que torna o fato insólito é a perda da cauda, que dá indícios de que o animal se automutilou.

O peixe-remo, também conhecido como rei-dos-arenques e regaleco, pode chegar a oito metros de comprimento. Estudiosos indicam, entretanto, que a partir de 1,5 metro o animal começa a sofrer um processo de autotomia, em que liberta partes de sua cauda – mas a razão para isso é desconhecida.

Essa espécie é muito rara e dificilmente encontrada nos mares. Ela tem o hábito de nadar na vertical e vive a cerca de 300 metros da superfície da água. Por muitos anos foi tida como um “monstro marinho”, dada a sua raridade e aparência.

O espécime encontrado na Nova Zelândia foi levado para estudos no Centro de Estudos Marinhos do país. Possuía três metros de comprimento e foi achado morto na praia por um habitante local. “Ele não tem escamas como outros peixes, tinha a pele lisa, como papel alumínio”, explicou David Agnew do Departamento de Conservação.

fonte: Megacurioso