quinta-feira, 9 de abril de 2015

Cão recebe próteses para as quatro patas e volta a andar


Brutus foi abandonado quando era bebé num clima de temperaturas negativas que acabaram por congelar-lhe as pontas das quatro patas e tiveram de ser amputadas

Arraçado de rottweiler, Brutus ficou sem as pontas das quatro patas depois de ter sido abandonado quando era bebé. Devido às temperaturas negativas, os membros congelaram e tiveram que ser amputados. O tempo foi passando e o animal não conseguia andar, mas agora Brutus recebeu quatro próteses e está a reaprender a andar e a correr.


Foi Laura Aquilina que devolveu a Brutus uma vida normal. Além de o ter adoptado, a norte-americana residente em Loveland, no Colorado, lançou uma campanha de financiamento com o objectivo de angariar fundos para as próteses de Brutus e para pagar as necessárias sessões de fisioterapia do animal.

Laura conseguiu juntar 11.600 dólares (10.550 euros) e o cão foi submetido a cirurgia na Universidade Estatal do Colorado e recebeu ainda ajuda da empresa OrthoPets que forneceu as quatro próteses de Brutus.


Segundo Felix Duerr, médico do hospital veterinário da Universidade do Colorado, "Brutus é a prova de que é possível explorar novas tecnologias para encontrar soluções."

Depois da operação, o cão tem tido sessões de fisioterapia com o objectivo de se adaptar às próteses. "Ele está a aprender a movimentar-se com as próteses e, quando dominar os movimentos básicos, vamos ajudá-lo a conseguir completar actividades mais exigentes, como fazer caminhadas e brincar com outros cães", disse Sasha Foster, a terapeuta, que adiantou que os passos seguintes serão as terapias aquáticas e as actividades de equilíbrio.

Devido a este caso, os especialistas estão a estudar opções para que seja também possível encontrar soluções para animais que tenham problemas nervosos, como as paralisias.

fonte: Sábado