segunda-feira, 8 de junho de 2015

Fotografia mostra momento do ataque da leoa que matou editora da "Guerra dos Tronos"

Kate Chappell tinha 29 anos

Kate Chappell tinha 29 anos Fotografia © Foto do Instagram

Imagem revelada por jornal norte-americano mostra o instante em que o animal aproveita a janela aberta do jipe para atacar Kate Chappell. Testemunha diz que a jovem não tinha hipótese de sobreviver.

"Não havia nada a fazer para salvar aquela mulher", realçou uma testemunha do ataque da leoa que matou Kate Chappell, editora de efeitos especiais da popular série "Guerra dos Tronos". Ben Govender descreveu ainda ao New York Post como o guia tentou ajudar a jovem de 29 anos: "Saltou para o lugar do pendura e deu murros na leoa."

O ataque aconteceu no parque natural, The Lion Park, perto de Joanesburgo (África do Sul). Kate Chappell abriu a janela para tirar uma melhor fotografia aos animais que estavam deitados. Inesperadamente foi atacada. Foi esse momento que foi captado numa fotografia publicada pelo  mesmo jornal .


"Depois da primeira dentada, a leoa afastou-se com sangue a pingar da boca e da pata. A cara dela [Chappell] estava desfeita. O lado direito do peito desapareceu", explicou. Mas a macabra descrição de Govender foi mais longe: "[A leoa] tinha o ombro dela na boca."

Kate Chappell estava em Joanesburgo a angariar dinheiro para proteger os animais dos caçadores. O guia, Pierre Potgieter, de 66 anos, teve um ataque cardíaco e está hospitalizado, tendo dito, segundo o New York Post, que o ataque da leoa foi "a pior experiência" da sua vida.