sábado, 20 de junho de 2015

Apollo 20, a missão secreta!

Oficialmente as missões Apollo, que levou o homem à lua, na versão 11, pararam em Apollo 17, porém há indícios de que essas missões tenham sido continuadas.


Esses indícios são justamente porque não se tem muito mais informação, além da missão 11. Acredita-se, com veemência, que tenha sido encontrado algo realmente importante na lua, e está sendo escondido, pelo governo Norte Americano, para poder manter a supremacia tecnológica sobre os demais países.

Como sabemos, existe um lado oculto da lua, que nunca fica visível para os terráqueos, e as missões feitas a partir da Apollo 17, eram destinadas para este lado oculto.

É importante lembrar, também, que após o projeto 17, os EUA e a Rússia, voltaram a fazer um contato diplomático e, inclusive, cientifico. Algo muito estranho, uma vez que ambos os países dedicavam estudos sobre o lado oculto da Lua, e jamais conseguiriam um avanço se não unissem forças.

Algumas imagens repercutidas na época, e “perdidas” hoje em dia, comprovavam movimentações militares nas bases da NASA, bem como o lançamento de “mísseis gigantes” (de acordo com os relatos oficiais), por cientistas da NASA.

Algo muito intrigante, já que a NASA não tem objetivos militares, pelo menos não na Terra… Durante aquele período, fotos mostrando uma suposta nave encontrada abandonada no lado oculto da lua, foram divulgadas por um analista de imagens, que prestava serviço para a NASA, porém o analista acabou morrendo algumas semanas depois, em um trágico acidente de carro quando viajava para Washington, a pedido da casa Branca.

Nave da terra!


Os maiores indícios são de que esta nave, encontrada na lua, teria vindo da Terra, há cerca de quinze milhões de anos, ou seja, muito próxima da data em que houve uma grande inundação no nosso planeta que, segundo os cientistas, ainda não continha vida.

O interessante nisso tudo é que as imagens mostram uma nave abandonada, com várias marcas de escoriações, como se tivesse batido contra a Lua, ou sofrido muito para conseguir sair da Terra.

Dada a posição em que foi encontrada, a Nave teria sofrido uma pane e, com perda de força, foi puxada pela gravidade da Lua e, na tentativa de desvencilhar-se da força gravitacional, acabou percorrendo um longo trecho até cair na parte oculta, para os terráqueos.

Dentro da nave, teria sido encontrado o corpo de uma fêmea humanoide, bem conservada, conectada por fios e respirando lentamente através de um impulso de ondas eletromagnéticas que mantinham seu corpo aquecido (não muito tempo depois, na terra, inicia-se a produção do primeiro micro-ondas).

Além da mulher, batizada de Monalisa, fora encontrado o corpo de um segundo humanoide caído fora da nave, completamente desintegrado. Segundo o analista, a NASA teria chegado à conclusão de ele morrera por asfixia.

Dentro da nave, outros novecentos seres foram encontrados, alguns jaziam mortos e outros ainda estavam vivos, mantidos pelo mesmo sistema da Monalisa. Estes corpos estavam com marcas de desidratação, bem como de congelamento, pois seus sistemas de aquecimento eletromagnético não estavam funcionando corretamente.

O analista continua, em seu relato, que há mais de um quilometro dali, outros vinte corpos foram encontrados, também com marcas de morte por asfixia.

A nave, segundo o analista, teria cerca de quatro quilómetros de diâmetro, e não era possível religa-la, pois os engenheiros não encontraram como ele funcionava, efetivamente.

Atualmente


Ainda hoje é possível encontrar relatos sobre a Apollo 20, e até mesmo algumas imagens. Não se pode afirmar que todas elas são falsas (muitas são), porém algumas nunca foram analisadas por especialistas e se tornaram esquecidas ou tratadas como chacota, depois que a mídia ridicularizou quem acreditava na existência das missões Apollo 18, 19 e 20.

De qualquer forma, a missão Apollo 20, realmente, teria sido a última para a Lua. Seja porque encontraram algo terrível, ou porque continuar lá poderia ser perigoso para o futuro da Terra. Mas fato é que, depois tantas missões para a Lua, o homem simplesmente resolveu parar de ir lá.

Simples assim. A lua contém milhões de minerais raros aqui na Terra e possui uma riqueza geológica invejável, sendo um imenso parque de exploração mineral, no espaço. Porém, mesmo assim, o governo norte-americano que promove guerras e mais guerras aqui na Terra, atrás dos minérios facilmente encontrados na Lua, simplesmente desistiu das viagens.

Algo de muito estranho têm nisso, não acha?