quinta-feira, 18 de junho de 2015

Operários descobrem navios de vários séculos enterrados na Estónia


Restos de navios de pelo menos dois séculos de idade foram descobertos esta semana na capital da Estónia, Tallinn, por operários empregados na construção de apartamentos de luxo perto do mar, anunciou a construtora.

"Nós estávamos cavando no solo quando encontramos pedaços de madeira maciça, o que nos levou a crer que poderia ser algo interessante", declarou o porta-voz da construtora Metro Capital, Ain Kivisaar.

A empresa informou as autoridades de proteção do património que devem recuperar os cascos, provisoriamente datados entre os séculos XIV e XVII, dos quais tentam determinar a origem.

"Atualmente, sabemos que há dois, mas podem existir outros. Nós não sabemos e devemos continuar a cavar", disse Maili Roio, do Conselho do Patrimônio Nacional.

O arqueólogo Priit Lahi indicou à AFP que a descoberta poderia fornecer informações sobre os antigos métodos de construção naval".

"Na época, os construtores de embarcações utilizavam métodos que não eram muito científicos. Eles não projetavam antes de serem construídos", disse ele.

Em 2009 foram encontrados na maior ilha da Estónia, Saaremaa, restos de navios vikings.

fonte: Yahoo!