quinta-feira, 11 de junho de 2015

Japão vai enviar sonda às duas luas de Marte


Fotografia © NASA

Programa espacial japonês teve luz verde do executivo esta quarta-feira. Detalhes ainda não foram divulgados. Rússia tentou operação semelhante em 2011 mas a sonda não conseguiu alcançar o alvo.

Agência Aeroespacial nipónica (JAXA) planeia enviar em 2022 uma sonda às duas luas de Marte com o objetivo de recolher as primeiras amostras destes satélites que permitam investigar o planeta vermelho, revelou hoje a imprensa japonesa.

Este programa espacial tem luz verde do Executivo desde hoje e o seu sucesso resultaria na primeira missão que atingiria os dois satélites naturais de Marte, Fobos e Deimos, cuja órbita é muito próxima do planeta.

Os detalhes técnicos da sonda e o método de lançamento ainda não foram determinados, mas serão baseados no atual programa Hayabusa da JAXA, o primeiro programa que conseguiu trazer para Terra amostras de um asteroide, salienta o diário Nikkei.

Para a JAXA, as amostras que possam ser recolhidas nos satélites de Marte irão proporcionar novas pistas sobre a origem do planeta vermelho e o seu estado atual.

A Rússia tentou, em 2011, uma operação semelhante, mas a sua sonda não conseguiu alcançar os satélites de Marte.

O programa nipónico tem um orçamento de 30.000 milhões de ienes (231 milhões de euros) a partir de 2016, mas a verba tem de ser ainda aprovada pelo parlamento japonês.