quarta-feira, 3 de junho de 2015

... e da pancada nasceu um génio!


É aquilo que se pode chamar de "génio acidental": depois um grave traumatismo, uma mulher passou a ter capacidades em áreas tão diferentes como a poesia ou a matemática, confirma um neurocientista que estuda a situação de Leigh Erceg.

Leigh Erceg, agora com 47 anos, sofreu danos cerebrais numa queda em 2009 no seu rancho, no Colorado.

Do que ficou para trás nada se lembra, mas a sua vida é hoje completamente diferente: escreve poesia, dedica-se a pintar e obtém excelentes resultados a matemática, por exemplo.

De acordo com uma reportagem alargada da ABC, Leigh sofre de uma doença rara, chamada de síndrome da sabedoria adquirida ("acquired savant syndrome").


Além disso, Leigh diz que consegue "ver" sons e "ouvir" cores quando está a ouvir música (a chamada "sinestesia". "Cantores como Pharrell Williams e Lady Gaga dizem ter as mesmas sensações").

"Leigh é a única mulher do mundo que conheço que tem síndrome da sabedoria adquirida e sinestesia após danos cerebrais", disse o neurocientista Brit Brogaard à ABC.

"Quando se pede a Leigh para desenhar alguma coisa, ela começa pelos detalhes. Se é uma casa, por exemplo, ela começa pelas janelas e só depois completa a figura. Ela dá atenção primeiro aos detalhes e só depois ao todo, ao contrário da maioria", acrescenta ainda o neurocientista, que confirma que a mulher não tinha qualquer interesse por arte antes do acidente.

fonte: TSF