sábado, 13 de junho de 2015

Após 50 anos, veterinário desvenda mistério da 'ponte dos cães suicidas'


Depois de 50 anos o mistério da ponte dos cães suicidas está resolvido. Trata-se da Overton Bridge, que fica na Escócia, e que no último meio século registou nada menos do que 100 cães que se atiraram do alto de seus 12 metros e morreram. O veterinário David Sands foi o responsável por solucionar o mistério.

Especialista da Clínica de Comportamento Animal de Lancashire, Sands notou primeiro um comportamento sempre repetido: todos os cães que “se mataram” eram das raças Labrador, Collie ou Golden Retriever. Por conta dessa informação, ele concluiu que havia na região algum cheiro que deixava os cachorros loucos.

Após alguns estudos com plantas nos locais, Sands percebeu que o causador do “odor assassino” não era um vegetal, mas sim um animal. O responsável é o visom-americano, animal que tem glândulas anais que exalam uma substância com odor extremamente desagradável para marcar território. O cheiro era tão forte que enlouquecia os cães, principalmente aqueles de olfato mais apurado.

A ponte em questão está numa região sem correntes e com leito obstruído, o que faz com que o odor não se espalhe. Por conta disso, os cães ficam alucinados e não medem as consequências de se atirarem. O veterinário, agora, fará uma série de testes e experiências para que sua teoria seja aceita pela comunidade cientifica.

fonte: Yahoo!