quarta-feira, 15 de julho de 2015

Há tubarões a nadar na cratera de um vulcão subaquático

Há tubarões a nadar na cratera de um vulcão subaquático

Fotografia © AP/BOYD MCGREGOR

Descoberta é de cientistas que faziam observação do vulcão Kavachi, nas Ilhas Salomão: em águas ácidas e quase a ferver, os tubarões nadavam como se aquele fosse o seu habitat natural. Veja o vídeo.

A descoberta deixou perplexos os cientistas que faziam pesquisa no Kavachi, um dos vulcões subaquáticos mais ativos no oceano Pacífico: na cratera do vulcão, em águas que são demasiado ácidas e quentes para que os mergulhadores se atrevam a entrar, nadavam tubarões. E ainda que o vulcão não estivesse em erupção, bolhas de dióxido de carbono e gás metano rebentavam à superfície, deixando os investigadores a questionar-se sobre eventuais mudanças e adaptações nos animais, que lhes permitam sobreviver ao constante arremesso de lava, cinza e vapores que acontece naquela região do oceano.


Brennan Phillips, o líder da equipa de investigação financiada pela National Geographic Society que estudava o Kavachi nas Ilhas Salomão, realçou que ninguém sabe quando o vulcão entra em erupção, ainda que a atividade vulcânica se torne audível antes das primeiras grandes explosões, pelo que os tubarões estariam sujeitos a ser levados na torrente de lava. "Será que eles têm alguma espécie de aviso e fogem antes de se tornar explosivo, ou ficam presos e morrem com a lava e com o vapor? Isto abre todos os tipos de questões, há direções infinitas por onde podemos ir", disse o cientista ao National Geographic.

Os tubarões foram detetados quando a equipa de Philips colocou câmaras debaixo de água, para obter imagens do vulcão subaquático. Agora, o investigador quer instalar no local um observatório sísmico que registe também as movimentações dos animais, nomeadamente dos tubarões, durante as erupções vulcânicas.