quinta-feira, 30 de julho de 2015

Já podemos ver como "viaja" um asteróide

Já podemos ver como "viaja" um asteróide

O asteróide que passou "perto" da Terra em meados de julho já era um dos mais estranhos de sempre; agora passa a ser possível perceber como se comporta no espaço.

O asteróide "2011 UW158" passou "perto" da Terra em meados deste mês (6,9 milhões de quilómetros da Terra, ou seja, nove vezes a distância do nosso planeta até a Lua...).

E a partir das imagens captadas por dois telescópios, os cientistas conseguiram reproduzir o seu movimento:


O "2011 UW158" já tinha captado a atenção dos cientistas por ter uma morfologia muito especial e, sobretudo, uma grande velocidade de rotação (faz uma rotação completa em 37 minutos).

"O seu tamanho, a forma e a rotação sugerem que existe mais qualquer coisa do que a gravidade, que o mantém íntegro, caso contrário o asteróide já se teria desfeito, devido à rotação tão rápida", explicou Patrick Taylor, cientista do Departamento de Estudos Planetários e líder das observações.

fonte: TSF