quarta-feira, 15 de julho de 2015

Descobertos túmulos com múmias com mais de 2.500 anos no Egito


As sepulturas foram encontradas em escavações realizadas nos arredores do mausoléu de Agha Khan III, líder espiritual dos muçulmanos ismaelitas, na ribeira oeste do rio Nilo, na cidade de Assuão, explicou o ministro num comunicado.

Os sepulcros datam da XXVI dinastia (654-525 a.C.), pertencente ao Período Tardio (724-343 a.C.).

As múmias encontravam-se dentro de sarcófagos de pedra e madeira, junto ao quais estavam as estátuas de barro, que representam os quatro filhos do deus Hórus, e um conjunto de amuletos e estatuetas de madeira dessa divindade, representada como um falcão.

Hórus, de acordo com as crenças egípcias antigas, protegia o defunto dos demónios e espíritos malignos.

Al Damati salientou a importância da descoberta porque, como observou, é a primeira vez que se encontram tumbas do Período Tardio nesta zona, que tem túmulos que datam dos Impérios Antigos, Médio e Novo.

O diretor-geral de Antiguidades da cidade egípcia, Nasr Salama, disse, numa nota, que a maioria desses túmulos começa com uma escadaria que conduz à entrada principal da sepultura, cujo interior está dividido em três ou quatro câmaras sem inscrições.

Indicou ainda que o tipo de escavação das sepulturas é diferente do que é usado nas outras descobertas na mesma área, que eram escavadas na rocha da montanha, já que estas seis foram encontradas no cume da meseta montanhosa.

fonte: TSF