quinta-feira, 2 de julho de 2015

Vídeo da NASA mostra enorme erupção na superfície do Sol


Fotografia © NASA / Solar Dynamics Observatory

Esta erupção aconteceu, da perspetiva da Terra, num dos lados do Sol, o que permite que se veja muito bem contra o fundo negro do cosmos.

O Sol encontra-se num período de grande atividade, e o centro de investigação da NASA dedicado à heliofísica capturou em vídeo uma erupção solar enorme que acabou por se tornar numa ejeção de massa coronal, em que a estrela expulsa gás muito quente da sua camada exterior.


O vídeo capturado pelo Solar Dynamics Observatory mostra como a erupção do Sol vai crescendo, até acabar por sair da estrela, transformando-se numa ejeção de massa coronal que viaja através do espaço. O vídeo abrange cerca de quatro horas, que foram aceleradas para criar estas imagens.

A erupção aconteceu, da perspetiva da Terra, num dos lados do Sol, o que permite que se veja muito bem contra o fundo negro do cosmos. Pode ver-se que uma parte da ejeção coronal cai de volta para o Sol, mas uma grande nuvem de plasma continuou pelo espaço a afastar-se da estrela.

As imagens foram gravadas em luz ultravioleta extrema, ou seja, com um comprimento de onda muito curto e invisível ao olho humano, com o qual é mais fácil ver as partes inferiores da atmosfera do Sol.

O gás que é expelido numa ejeção de massa coronal faz parte do vento solar. Nesta fase de muita atividade solar, esta pode por vezes interferir com a vida na Terra, com a distribuição elétrica ou com os sistemas de GPS. Um período de muitas tempestades solares resulta também em belíssimas auroras boreais.