quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Resolvido mistério das baleias que dão à praia


O estudo do achado no local Fotografia © Adam Metallo

Florescimento anormal de algas ricas em ferro e tóxicas estiveram na origem de episódios de mortandade de baleias entre há seis e nove milhões de anos

O achado foi feito durante os trabalhos de construção da Estrada Pan-Americana, no deserto de Atacama, no Chile, em 2010 e não será coincidência o facto de o sítio se chamar Monte da Baleia, porque o que as escavadores puseram a descoberto foi um antigo cemitério de baleias.

O melhor, porém, ainda estava para vir, quando o estudo dos fósseis acabou por dar uma resposta ao mistério que envolve os casos de grupos de baleias que dão à praia. Os animais que ali estão enterrados entre há seis e nove milhões - mais de 40 baleias, algumas já extintas, e uma série de outros vertebrados marinhos - morreram devido a contacto e, possivelmente, ingestão de algas tóxicas.