segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Cometa 'Siding Spring' sobrevoará Marte de muito perto


A órbita que o cometa 'Siding Spring' irá traçar Fotografia © NASA

Em outubro, um cometa chamado "Siding Spring" irá sobrevoar Marte, num encontro à uma distância quase dez vezes mais próxima do Planeta Vermelho do que aquela que existe entre a Lua e a Terra.

O cometa 'Siding Spring' - formalmente conhecido como C/2013 A1 e descoberto a 3 de janeiro de 2013 a partir do observatório australiano com o mesmo nome -, vai aproximar-se de Marte à uma distância de cerca de 86 mil milhas (138 mil km).

De acordo com o site do jornal espanhol ABC, prevê-se que tal aconteça no dia 19 de outubro, o que deverá proporcionar um magnífico espetáculo para as naves espaciais da NASA que se encontram em órbita e para as sondas próximas do Planeta Vermelho.

Contudo, os cientistas temem que a poeira espalhada pelo cometa - já que este ruma em direção ao sol -, possam colocar em risco as sondas marcianas da NASA. Com esta preocupação em mente, os funcionários da agência espacial já estão a estudar planos alternativos que contribuam para a diminuição deste risco.

O Siding Spring está a realizar a sua primeira viagem pelo interior do sistema solar a partir da nuvem de Oort, um repositório gelado de cometas nos confins exteriores do sistema solar. O cometa não deverá fazer outra "visita" nos próximos um milhão de anos ou até mais.