domingo, 16 de fevereiro de 2014

Cientistas russos encontram monstro no fundo ártico


Os cientistas da cidade de Vladivostok (Extremo Oriente da Rússia) encontraram um gigante ser misterioso nas águas árcticas a uma profundidade de cerca de 1500 metros.

O monstro foi registado por sensores do aparelho Clavecin. Primeiramente, os cientistas pensaram que o dispositivo tinha encontrado um grupo de organismos pequenos, mas depois compreenderam que se tratava de uma criatura, mas de tamanho enorme. No entanto, em seguida aconteceu o mais imprevisível – o monstro atacou o dispositivo, começando a abalá-lo, declarou o doutor em ciências técnicas Leonid Naumov.

Quando o Clavecin foi trazido para superfície, tornou-se evidente que o dispositivo sofrera danos. Os cientistas pediram que os biólogos oceânicos identificassem a criatura misteriosa, o que ainda não foi possível.