domingo, 23 de fevereiro de 2014

Britânicos acham que Super-Homem é retirado da Bíblia


Personagem retirada do filme 'Super Homem: O Regresso', realizado por Bryan Singer

O herói de banda desenhada tem qualidades ou poderes considerados superiores aos dos homens comuns mas, ao contrário do que pensa um quarto da população britânica, nasceu mesmo na ficção. 

Um estudo realizado pela Sociedade Bíblica Britânica revelou que 25% dos britânicos acredita que o Super-Homem, um dos heróis mais famosos da BD, é uma personagem… da Bíblia.

A confusão pode ser atribuída, em parte, à origem da personagem, que foi criado pelo judeu Jerry Siegel (em parceria com Joe Shuster) com elementos bíblicos na sua história, e referências claras a Moisés, Jesus e à história de Israel.

O mesmo estudo mostrou também que os britânicos confundem personagens de ficção e personagens bíblicos. Um terço da população não conhece o Jardim do Éden, e outro terço acredita que Harry Potter seja baseado em algum relato religioso.

O relatório do estudo mostra, por outro lado, que 50% não sabe que a Arca de Noé é uma história bíblica, 60% nunca ouviu falar sobre a multiplicação de pães e 90% não conhece o Rei Salomão.