terça-feira, 23 de novembro de 2010

Gollum pode deixar de existir


Galaxias gollumoides, ou “Gullum”

Peixe endémico da Nova Zelândia corre risco de extinção se seu hábitat for destruído para construção de barragem.

O Galaxias gollumoides, ou “Gullum” como popularmente é conhecido, foi descoberto em 1999 durante o primeiro grande estudo sobre a fauna de água doce da ilha Stewart, Nova Zelândia. Foi nomeado em homenagem a um personagem de J.R.R. Tolkien devido aos olhos esbugalhados e pele semitransparente.

A companhia de energia local pretende construir uma hidrelétrica no rio Neves que é único hábitat do peixe. A empresa deve considerar um apelo do governo que proíbe qualquer construção nesse rio. “A decisão -  tomada por um tribunal especial criado para discutir o destino desse animal - é muito importante já que o represamento do rio Nevis colocaria o gollum no status extinção permanente”, explica Russel Norman líder do Partido Verde na Nova Zelândia.

O Departamento de Conservação da Nova Zelândia (DOC) já havia classificado esse peixe como "vulnerável a nível nacional". Porém, a decisão foi tomada após um pedido dos pescadores locais que procuravam preservar o rio Nevis. Numa sessão da Câmara dos Deputados, no dia 26 de Outubro, Kate Wilkinson, membro da Câmara, disse que o DOC ainda não decidiu sobre qual legislação caberia no processo do recurso.


Sem comentários:

Publicar um comentário