quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Plutão volta a ser planeta

Plutão poderá recuperar a sua posição como nono planeta do sistema solar, caso se confirme que Éris, o astro que lhe roubou o lugar em 2006, é, afinal, mais pequeno do que se imaginava.


Imagem da possível superfície de Plutão, o nono planeta

Observações de três equipas diferentes de astrónomos realizadas durante o fim-de-semana nas montanhas do Norte do Chile revelam que Éris não terá mais de 1100 km de diâmetro, menor do que o de Plutão.

Desde a sua descoberta, em 1930, que a órbita pouco comum e o tamanho de Plutão têm suscitado opiniões divergentes no seio da comunidade científica. Pelo facto de uma das suas luas – Caronte – ser um pouco maior, há muito que alguns astrónomos defendiam a denominação de Plutão como "planeta--anão" ou "planeta-menor".

O diâmetro estimado de Plutão é de 1172 km, com uma margem de erro de 10 km, e as medições de Éris, realizadas em 2005 por Mike Brown, davam ao novo objecto um diâmetro de cerca de 2400 km.

No entanto, as medições mais precisas agora efectuadas, graças à ocultação de uma estrela por Éris, algo esperado há muito, podem devolver as coisas ao seu estado anterior. Aguarda-se a confirmação desta descoberta.


Sem comentários:

Publicar um comentário