quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Tailândia proíbe bonecas com espíritos nos aviões



Bonecas de plástico estão na moda na Tailândia, onde chegam a ter menus próprios em restaurantes

A Autoridade de Aviação da Tailândia proibiu a venda de bilhetes de avião para as "look thep", umas bonecas descritas como possuidoras de poderes sobrenaturais, que estão na moda no país.

O anúncio da proibição foi feito na manhã de quarta-feira, poucos dias depois da companhia low cost do país, Thai Smile, ter aprovado a venda de bilhetes para as "look thep", que, segundo os seus donos, estão possuídas por anjos e espíritos celestiais.

A agência EFE conta que a companhia aérea, além de vender bilhetes de passageiro para as bonecas, garantia que estas podiam receber comida e bebida como o resto dos viajantes. Segundo as normas internacionais da aviação, os passageiros são pessoas, pelo que a Autoridade de Aviação da Tailândia veio proibir a venda de bilhetes para as "look thep". Chula Sukmanop, diretor da agência, assinala que as bonecas devem ser consideradas bagagem e ser colocadas sob os assentos ou no respetivo compartimento.

Nos últimos meses, a moda das bonecas possuídas espalhou-se por toda a Tailândia, onde os seus donos as transportam em carros de bebé e lhes reservam lugares e refeições em restaurantes. Em Bangkok, houve mesmo um restaurante que criou um menu próprio para as "look thep".

Depois da polícia alertar para a possibilidade destas bonecas serem utilizadas para transportar droga em aviões, as autoridades descobriram terça-feira 200 doses de metanfetaminas no interior de uma, no aeroporto de Chiang Mai, no norte do país.

Segundo o site Cocconuts, as bonecas foram criadas, há cerca de três anos, por uma médium tailandesa, que afirmava que as "look thep" protegem os seus donos, através de magia branca.