sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Força Aérea da Índia afirma ter abatido um suposto OVNI



Policiais examinam os restos de um objeto em forma de balão, que foi abatido por um caça a jato Força Aérea Indiana em Barmer na terça-feira. (HT Foto)

Governo indiano diz que segue investigando a origem do suposto objeto, acredita-se que seja de origem paquistanesa.

A Força Aérea da Índia divulgou na terça-feira (26) a informação de que um de seus jatos teria abatido um suposto objeto voador não identificado. De acordo com a versão dada pelos militares, o objeto teria sido detectado pelos radares da base de Jaipur às 10:00 sobre a região de Barmer, próximo a fronteira com o Paquistão.

Especula-se que o governo indiano esteja acobertando informações sobre a verdadeira origem do OVNI, fontes locais afirmam que esse caso é muito semelhante ao caso Roswell, que ocorreu em julho de 1947 nos Estados Unidos.

O alto comando da Força Aérea indiana declarou que um objeto em formato de balão foi detectado pelo radares às 10:30 e às 11:00 da última terça-feira. Um caça Sukhoi Su-30 MKI foi enviado ao local para interceptar o objeto.

De acordo com informações do jornal Indian Times, o jato teria abatido o objeto próximo a região de Barmer, distante 500km da cidade de de Jaipur, capital da província de Rajasthan.

Segundo informou o Hindustan Time, um porta voz da Força Aérea indiana, o tenente coronel Manish Ojha, teria confirmado de que um comboio militar, inclusive forças policiais, foram deslocadas para a região de Gugdi, distante 20km de Balotra. Os supostos destroços haviam sido recolhidos pelos militares e estão sendo investigados para averiguação de sua natureza.

Investigadores da policia disseram que a maioria dos destroços recolhidos apresentavam um formato metálico em forma de triângulo, outros com o formato de um cone, todos os destroços foram recolhidos do local e entregues para a Força Aérea.

Segundo a emissora Asian News International, testemunhas disseram que após o OVNI ter sido abatido, foram ouvidas uma série de cinco explosões muito fortes próximas as regiões de Gugdi, o incidente chegou a causar um princípio de pânico na população.

Segundo testemunhas, as explosões foram ouvidas dentro de um raio de mais de 4,8 quilômetros de diâmetro, os moradores dos vilarejos de Gugdi e Panaware, na área de Baitu, afirmam que as fortes explosões chegaram a causar rachaduras nas paredes de algumas casas.

''As explosões foram em série e muito altas, após o barulho, podemos observar os destroços caindo do céu, após o incidente percebi algumas rachaduras nas paredes de minha casa'', conta Manohar Singh, morador de Gugdi.

Porém o canal de notícias Press Trust of India divulgou que uma fonte próxima ao governo teria afirmado que o objeto poderia ser de origem paquistanesa. A hipótese mais concreta é que seja um balão meteorológico. Até o prezado momento as autoridades indianas não confirmaram nada e seguem investigando a origem do objeto.

Ufólogos que estudam o incidente classificaram o caso como um verdadeiro mistério e lembram que no início do mês, misteriosas bolas metálicas caíram do céu sobre a mesma região.