domingo, 17 de janeiro de 2016

Reveladas primeiras peças pré-colombianas da "Cidade Branca" em Honduras


Peça arqueológica pré-colombiana descoberta na região de Caha Kamasa, "Cidade Branca", em El Aguacate, Honduras, no dia 12 de janeiro de 2016


Uma forma com a cabeça de um jaguar e uma vasilha adornada com a cabeça de uma ave foram extraídas nesta terça-feira por cientistas da chamada "Cidade Branca", um complexo arqueológico descoberto numa mata virgem de Honduras.

As duas peças encontradas em Caha Kamasa, Cidade Branca no dialeto misquito, foram apresentadas pelo presidente Juan Orlando Hernández num acampamento no aeroporto militar rural em El Aguacate, departamento de Olancho, 220 km a leste de Tegucigalpa.

Num discurso feito para 200 pessoas, Hernández disse que especialistas da National Geographic e da universidade americana do Colorado encontraram três cidades e as escavações começaram na menor delas, batizada no projeto como "Cidade Jaguar".

O especialista do Instituto Hondurenho de Antropologia e História (IHAH) Norman Martínez explicou à AFP que nesse local foi encontrada uma acrópole e duas praças, entre outras edificações, escondidas entre árvores frondosas que dificultam o acesso.

Em comunicado, o governo indicou que o projeto "não se trata apenas de desenterrar cidades antigas em meio à floresta, mas de compreender e preservar seu entorno ecológico, assim como desentranhar as incógnitas sobre sua civilização, o que implica o estudo antropológico de quem povoou".

Um dos especialistas, Crist Fisher, manifestou em seu discurso que a população poderia ter se estabelecido na zona entre os anos 1000 e 1500 da era cristã, mas que apenas nos próximos meses poderão ter melhores estimativas, porque as pesquisas acabaram de começar.

O diretor do IHAH, Virgilio Parades, informou que as três cidades podem ser mais de quatro vezes maiores que Copán, o parque arqueológico maia situado a 400 km a noroeste de Tegucigalpa.

Copán deslumbra os arqueólogos por suas estruturas de pedra que datam de 3000 anos antes de Cristo até 900 da era cristã.

A Cidade Branca tem sido uma lenda publicada até em livros escolares, evocando a existência de um assentamento de uma grande civilização milenar em meio às selvas da chamada Amazônia centro-americana. Em 2012, arqueólogos disseram ter encontrado pistas do que pode ser a Cidade Branca, na selva inexplorada do Rio Plátano.

fonte: Yahoo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...