sexta-feira, 17 de maio de 2013

Explosão na Lua por impacto de meteorito de 40 kg


A agência espacial norte-americana monitoriza há oito anos os impactos de meteoritos na Lua. Na noite de 17 de março observaram um impacto que causou a maior explosão de sempre, que teria sido visível a qualquer pessoa que estivesse a olhar para o satélite natural naquele momento - sem precisar de telescópio.

Segundo a NASA, a explosão foi causada pela queda de um meteorito de 40 kg, que teria entre 30 e 40 centímetros. Viajava a cerca de 90 mil quilómetros por hora. A explosão era equivalente a cinco toneladas de TNT.

"Na noite de 17 de março, as câmaras da NASA e da Universidade de Western Ontario detetaram um número fora de comum de meteoros aqui na Terra", afirmou Ron Suggs, analista do Marshall Space Flight Center. "Estas bolas de fogo viajavam numa órbita idêntica entre a Terra e a cintura de asteróides", acrescentou, dizendo que tanto o nosso planeta como o seu satélite natural estavam a ser atingidos por meteoroides na mesma altura.

Contudo, ao contrário da Terra, cuja atmosfera destrói a maior parte dos objetos, a Lua está totalmente exposta. Desde 2005, já foram detetados mais de 300 impactos, mas o de 17 de março foi o mais brilhante.

(Notícia corrigida às 16.40: o meteorito viajava a cerca de 90 mil quilómetros por hora e não 90 km como por erro estava inicialmente referido).


Sem comentários:

Publicar um comentário