sexta-feira, 24 de maio de 2013

15 novas espécies de aves descobertas na Amazónia


Quinze novas espécies de aves foram identificadas na Amazónia brasileira. Na foto pode-se ver um "poiaeiro-de-chicomendes"


Esta é a maior descoberta de ornitologia brasileira nos últimos 140 anos, segundo Luís Fábio Silveira, ornitólogo do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo. A imagem mostra um "rapazinho-estriado-do-oeste"



A descoberta de 15 novas espécies prova a riqueza da biodiversidade na Amazónia e a necessidade de a preservar, segundo o cientista


Algumas das espécies de aves agora descobertas vivem no leste da Amazónia "em habitats muito restritos e estão já ameaçadas de extinção devido à desflorestação", acrescentou. Aqui um "bico-chato-do-sucunduri"


Onze das novas espécies são endémicas do Brasil e outras quatro podem ser encontradas também no Peru e na Bolívia. Esta espécie ganhou o nome de "chorozinho-do-aripuana"


Na foto pode-se ver uma gralha. Desde 1871, quando foi publicado o livro "Zur Ornithologie Brasiliens" que não havia uma descoberta tão importante.


Na obra, o austríaco August von Pelzeln, divulgou 40 espécies de aves estudadas pelo naturalista Johann Natterer nas suas viagens pela Amazónia


Sem comentários:

Publicar um comentário