quarta-feira, 29 de maio de 2013

Ressuscitam plantas que viveram 400 anos sob um glaciar



Plantas chamadas briofitos, em que estão incluídos os musgos, que viveram durante 400 anos sepultados sob o glaciar Lágrima na ilha de Ellesmer, no Ártico canadiano, foram ressuscitadas por um grupo de cientistas da universidade de Alberta, no Canadá.

Estas espécies vegetais foram descobertas quando o glaciar começou a retroceder. Todo o material biológico exumado estava morto, menos desta vez. Os briofitos, que estavam hibernados, acordaram.

A estrutura destas plantas encontrava-se em bom estado e algumas mostravam folhas verdes, sinal de crescimento. Estavam sepultados desde a pequena Idade do Gelo, entre 1550 e 1850, mostraram as técnicas de radiocarbono usadas para determinar a sua idade, segundo o diário espanhol ABC.

Os cientistas usaram pedaços destes briofitos em laboratório. Contivaram-nos e comprovoram a sua capacidade para voltar a crescer. Os resultados da pesquisa foram publicados na revista "Proceedings", concluindo que estas espécies são mais resistentes do que se pensava.


Sem comentários:

Publicar um comentário