sábado, 10 de outubro de 2015

Fóssil comprova que pássaros voaram sobre os dinossauros


Musculatura da asa de 125 milhões de anos é semelhante a de espécies modernas.

A história evolucionária dos pássaros é longa. A primeira espécie conhecida, o famoso Archaeopteryx, viveu há cerca de 150 milhões de anos onde hoje é a Alemanha. 

Entretanto, a capacidade de voar desses pássaros pré-históricos se manteve como uma incógnita, mas um estudo publicado na terça-feira na revista “Scientific Reports” comprova que ao menos uma dessas antigas espécies possuía características aerodinâmicas similares aos pássaros modernos.

— A correspondência aerodinâmica da rede de músculos preservada no fóssil e aquelas que caracterizam as asas dos pássaros indica fortemente que alguns dos primeiros pássaros eram capazes da proeza aerodinâmica como muitos pássaros atuais — disse Luis M. Chiappe, diretor do Instituto de Dinossauros do Museu de História Natural de Los Angeles e um dos autores do estudo.

O fóssil analisado foi a asa bem preservada de uma espécie de pássaro que viveu há 125 milhões de anos na região central da Espanha.

Os investigadores documentaram o intricado arranjo de músculos e ligamentos que controlava as penas principais, mecanismo também encontrado em pássaros modernos.

— É surpreendente que, apesar do esqueleto ser bem diferente das espécies modernas, esses pássaros primitivos mostram similaridades marcantes na anatomia dos tecidos moles — disse Guillermo Navalón, pesquisador na Universidade de Bristol, no Reino Unido, e líder do estudo.

Chiappe destaca que a análise deste fóssil comprova que alguns pássaros sobrevoavam os grandes dinossauros, mas alguns aspectos desses seres voadores continuam desconhecidos.

— Fósseis como esse estão permitindo aos cientistas dissecarem os mais intrincados aspectos do início da evolução do voo dos pássaros — disse Chiappe.

fonte: O Globo