sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Corpos de leões das cavernas são encontrados preservados na Sibéria




Investi~gadores fizeram uma descoberta importantíssima para compreender a extinção de um dos animais mais surpreendentes do passado.

Após um trabalho minucioso na Sibéria, equipas encontraram restos mortais incrivelmente preservados de um filhote de leão das cavernas, morto há mais de 10 mil anos.

O bebé foi encontrado com os olhos fechados e em perfeito estado de conservação. Outro filhote foi achado próximo ao sítio arqueológico localizado na República de Sakha, na região de Yakutia, na Rússia. 

A descoberta pode ajudar os cientistas a desvendarem os reais motivos da extinção do animal. Os imensos felinos não possuíam predadores naturais, tão pouco tinham o costume de vagar por áreas pantanosas e correr o risco de ficarem presos, como as marmotas da época. 

Até o momento, cientistas trabalhavam apenas com restos mortais como ossos e dentes para analisar o animal, que viveu durante a Era do Gelo quando os continentes ainda não haviam se dividido por completo. 

Os dois filhotes foram expostos numa coletiva de imprensa e serão colocados ao lado de outros restos de animais encontrados na região, como mamutes, rinocerontes, bisões e cavalos. 

fonte: Yahoo!