sexta-feira, 2 de outubro de 2015

O que matou os dinossauros, um asteroide ou vulcões? Afinal, ambos


Camadas de lava a leste de Bombaím, na Índia, que deram a pista para a nova teoria Fotografia © Mark Richards / UC Berkeley

O debate sobre o que levou à extinção dos dinossauros tem um novo argumento, que poderá finalmente acabar com a discussão.

O que aconteceu à Terra que levou à morte dos dinossauros? Há várias teorias científicas que tentam responder a esta dúvida. Os especialistas têm provas de que, há 66 milhões de anos, um grande meteoro colidiu com a Terra - lançando para a atmosfera enormes quantidades de poeiras que praticamente bloquearam o sol. Mas também há quem defenda que foi a atividade vulcânica a responsável por estas alterações climáticas.

Um estudo revelado esta quinta-feira aponta para o facto de os dois fenómenos estarem, afinal ligados. Segundo investigadores de Berkeley, Universidade da Califórnia, a queda do meteoro acelerou a atividade geológica do planeta, reacendendo mesmo alguns vulcões que estavam inativos.

Os geólogos recolheram dados na região que atualmente é a Índia que lhes permite afirmar que houve vulcões cuja atividade duplicou após o impacto do asteroide.

Às partículas de poeira libertadas para a atmosfera pela colisão juntaram-se as cinzas dos vulcões, criando assim em todo o planeta uma espécie de "cobertor" que não permitia a passagem da luz solar, com inevitáveis - e trágicas - consequências para o clima e para os animais.

"Segundo a nossa datação das lavas [na Índia], podemos ter a certeza de que o vulcanismo e o impacto [do asteroide] ocorreram num período de 50 mil anos da extinção [dos dinossauros], pelo que é artificial distinguir entre os dois fenómenos como o mecanismo que levou à [sua] morte: os dois aconteceram na mesma altura", disse o diretor do Centro de Geocronologia de Berkeley, Paul Renne, citado pelo site especializado Science Daily.

Desta forma, argumenta o especialista, "é basicamente impossível atribuir os efeitos atmosféricos a um ou a outro [fator]. Ambos aconteceram ao mesmo tempo".