terça-feira, 17 de março de 2015

Kalachi: a terra onde todos adormecem e têm alucinações



Desde 2010 que os habitantes desta aldeia no Cazaquistão, adormecem repentinamente e chegam a dormir por vários dias. Desconfia-se que a radiação seja a causa

De repente, muitos dos cerca de 600 habitantes de Kalachi, no Cazaquistão, começaram a perder a consciência e mesmo a adormecer de repente. Alguns queixaram-se de vertigens, de alucinações e de perdas de memória. A idade não parece ser um factor diferenciador e tanto crianças, como adultos e idosos já foram afectados.

A epidemia silenciosa começou em 2010, quando foram relatados os primeiros casos, mas tem vindo a agravar-se. O assunto chamou a atenção do governo que enviou peritos, virologistas e toxicólogos, mas nem eles conseguiram resolver o mistério.

Para despistar a origem dos adormecimentos súbitos (mas que podem durar até seis dias, e já duraram!) foram feitos testes ao solo e ao ar, realizaram-se exames bacteriológicos e virais e foram feitas análises ao sangue e pele das pessoas afectadas, sem se chegar a qualquer resultado conclusivo.

Apesar de não se terem encontrado respostas esclarecedoras, as autoridades locais têm uma suspeita para a origem do fenómeno: radiação por exposição ao radão – um gás inodoro, incolor e insípido, proveniente da desintegração do urânio, que quando é inalado se torna altamente cancerígeno.

Além da sonolência que tem atacado alguns dos residentes de Kalachi, outros são vítimas de alucinações. Quando Margarita, a filha de quatro anos de Vera Kolesnichenko, lhe disse a chorar: "Mãe tu tens três olhos" e, olhando sobre o seu ombro acrescentou: "Há alguma coisa a sair do aquecedor", a jovem de 31 anos tomou imediatamente a decisão de deixar a vila.

Muitos outros estão tentados a seguir-lhe o exemplo, mesmo sem terem para onde ir, e algumas famílias, com casos mais graves, já foram retiradas da zona. As autoridades estão a considerar evacuar a vila, mas há quem não esteja disposto a sair.

Depois da II Guerra Mundial, foi para aqui que Estaline enviou muitos deportados. Na agora cidade fantasma de Krasnogorsk, existia uma mina de extração de urânio, daí que o Kremlin fizesse questão de controlar directamente esta zona e de mantê-la fechada e secreta.


A mina foi encerrada em 1991, mas a sua proximidade de Kalachi pode ser a causa para os episódios estranhos que se têm vindo a sentir. O professor Leonid Rikhanov, da Universidade de Tomsk, na Rússia, que examinou amostras enviadas de Kalachi, tem a certeza: "Os problemas são causados pela evaporação do gás que está na mina."

Já Sergei Lukashenko, que dirige o Centro Nacional de Segurança Nuclear pensa o contrário: "Isto não tem nada a ver com o radão". Opinião que é partilhada por um antigo mineiro de Krasnogorsk, Vitaly, que contou ao Siberian Times a sua experiência pessoal: "Quando descíamos à mina, a concentração de radão era muito alta e ninguém adormecia..."


Sem o fim do mistério à vista, Kalachi já é chamada de Sleepy Hollow o nome da série de televisão, inspirada no conto de Washington Irving, The Legend of Sleepy Hollow e na Lenda do Cavaleiro sem Cabeça. Ou, como dizem as autoridades "a vila onde o sono se tornou num pesadelo".

fonte: Sábado