terça-feira, 14 de junho de 2016

Papa manda devolver doação por causa do "número da besta"


O governo argentino doou 16 milhões e 666 mil pesos à Fundação Scholas Occurrentes. Francisco deu ordem para devolver

Os responsáveis pela Fundação Scholas Occurrentes escreveram uma carta ao governo argentino a agradecer a doação de 16 milhões e 666 mil pesos (cerca de um milhão de euros), mas a recusá-la. Organização Internacional de Direito Pontifício, a fundação foi aprovada e apoiada pelo Papa Francisco em 2013, o qual ordenou agora a devolução do dinheiro.

Segundo o Vatican Insider, o Papa Francisco ficou muito surpreendido ao saber da quantia milionária que havia sido doada pelo governo de Mauricio Macri quando a Argentina passa por uma crise económica de grandes dimensões. Além disso, o valor exato em pesos (16,666,000), com o número da besta, terá sido visto pelo chefe da igreja católica como uma piada de mau gosto. Assim, o papa mandou os responsáveis da Fundação Scholas Occurrentes recusar a doação. Estes obedeceram, mas não ficaram nada satisfeitos, regista a mesma publicação.

José María del Corral e Enrique Palmeyro escreveram uma carta a informar o governo argentino da decisão de suspender o donativo que este havia feito a seu pedido, mas dizem que "há quem pretenda desvirtuar este gesto institucional" a favor da fundação "com o objetivo de gerar confusão e divisão entre os argentinos".

O chefe de gabinete do presidente Macri acusou a receção da carta e reafirmou o compromisso de continuar a apoiar a fundação, que se dedica à promoção da educação, da paz e da cultura entre os jovens.