sexta-feira, 9 de junho de 2017

Empresa vai começar testes para tentar ‘ressuscitar os mortos’


As primeiras tentativas vão começar brevemente.

A Bioquark, uma empresa com sede na Filadélfia, nos Estados Unidos da América, anunciou que afinal a morte cerebral não é irreversível. Ira Pastor, o CEO da empresa, revelou que os testes em humanos vão ter início brevemente num país da América Latina.

A empresa quer testar várias injeções de células estaminais, que alegadamente conseguem ‘ressuscitar’ o cérebro.

O plano inicial da Bioquark era fazer os primeiros testes na Índia, mas poucos dias depois este foi impedido pelo Conselho de Investigação Médica do país. Agora, o plano mantém-se e deverá começar com uma observação a indivíduos em morte cerebral.

A ideia apresentada divide-se em três estágios: primeiro irão ser colhidas células estaminais a partir do sangue do próprio indivíduo e voltarão a ser reinjetadas no corpo, segundo o indivíduo receberá uma dose de péptidos diretamente injetados na espinal medula e por fim o paciente será submetido a uma estimulação nervosa, durante 15 dias.

Estes testes fazem parte de um projeto designado ‘ReAnima’, que pretende explorar o potencial da tecnologia biomédica para a neuro-reanimação humana. Em declarações ao Daily Mail, Pastor explicou que o foco do projeto são casos de morte cerebral ou coma irreversível.

fonte: SOL