sexta-feira, 23 de junho de 2017

Dedo do pé em madeira com 3000 anos pode ser uma das próteses mais antigas


Descoberta feita num cemitério perto de Luxor, no Egipto.

Egiptólogos suíços reanalisaram um dedo de pé em madeira com cerca de 3000 anos e concluíram que pode ser uma das próteses humanas mais antigas, informou a Universidade de Basileia em comunicado.

A prótese, examinada com técnicas de microscopia moderna, tecnologia de raios X e tomografia computorizada, pertencia a uma mulher e foi descoberta no antigo cemitério egípcio da elite social de Sheikh ‘Abid el-Qurna, perto da cidade de Luxor.


Especialistas das universidades de Basileia e de Zurique, ambas na Suíça, e do Museu Egípcio, no Cairo, onde se encontra guardado o achado arqueológico, sugerem que o dedo de madeira foi adaptado várias vezes ao pé da sua portadora, a filha de um sacerdote.

Os investigadores conseguiram identificar os materiais usados na prótese ortopédica e o método a partir do qual foi produzida. Segundo o estudo, o dedo artificial indica que o artesão que a fabricou estava familiarizado com a anatomia humana. Por outro lado, o facto de a prótese ter sido feita de forma meticulosa indicia que a mulher que a usava valoriza a estética e o conforto.

fonte: Publico

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...