sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Pinky, o golfinho cor-de-rosa, foi visto de novo



Foi em 2007 que Pinky foi vista pela primeira vez, mas só agora se confirmou que é uma fêmea. Veja as imagens.

Quando o capitão de navios charter Erik Rue viu o golfinho que ficaria a ser conhecido como Pinky pela primeira vez, ficou fascinado. "Era completamente cor-de-rosa", disse Rue, ao Telegraph. "Nunca tinha visto nada assim".

Isso foi em 2007, e desde então que Erik Rue fotografa e filma o golfinho com alguma frequência, sempre que o vê. Mas só agora se confirmou que é uma fêmea, quando Rue a viu a acasalar, num lago no estado norte-americano do Louisiana.

Não se sabe ao certo por que é que Pinky é tão cor-de-rosa, mas o mais provável é que tenha algum tipo de albinismo, disse à National Geographic o investigador Greg Barsh. O albinismo regista-se nos animais quando as células que produzem melanina, o pigmento que dá cor aos olhos, pele, e cabelos, não funcionam como devem. Pinky deverá ter esta doença visto que além da pele de cor diferente tem olhos vermelhos, e é possível ver as suas veias através da pele muito clara.