quarta-feira, 9 de setembro de 2015

NASA tem novas imagens de Ceres, mas o mistério continua


Fotografia © NASA / JPL-Caltech / UCLA / MPS / DLR / IDA

As melhores imagens da cratera de Occator captadas até ao momento revelam pontos muito mais brilhantes do que o resto da superfície do planeta. Veja o vídeo.

A Agência Espacial Norte-americana (NASA) continua a investigar as manchas "luminosas" que a sonda Dawn encontrou na superfície de Ceres, mas ainda não tem explicação para esta misteriosa e inesperada característica do planeta anão.


As melhores imagens da cratera de Occator captadas até ao momento - com três vezes mais resolução do que as anteriores, de junho - revelam pontos muito mais brilhantes do que o resto da superfície do planeta.

"Em breve, a análise científica vai revelar a natureza geológica e química deste misterioso e fascinante cenário extraterrestre", disse Marc Rayman, o diretor da missão da Dawn.

Os cientistas notam ainda que as paredes da cratera são quase verticais, erguendo-se até 2km em alguns pontos.


Ceres é o maior corpo celeste na cintura de asteroides, entre Marte e Júpiter. A sonda Dawn, a primeira missão enviada até Ceres, tem a missão de mapear a sua superfície. As últimas imagens foram captadas a uma altitude de 1470 km.