sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Nasa divulga novas (e espetaculares) imagens de Plutão



Imagem mostra a planície gelada que recebeu o nome Sputnik Planum


A noroeste do Sputnik Planum o terreno é bem mais acidentado


As imagens da Nasa mostram a extraordinária diversidade de paisagens geológicas encontradas na superfície de Plutão

A Nasa continua a desvendar os segredos da superfície de Plutão graças às imagens captadas pela sonda New Horizons.

As últimas imagens de Plutão enviadas pela sonda New Horizons revelam "uma variedade de características" que está a espantar os cientistas pela sua complexidade, diz a Agência Espacial Norte-americana (Nasa).

A New Horizons passou por Plutão a 14 de julho, tendo no ponto mais próximo ficado a apenas 12 mil quilómetros da superfície, mas só no sábado começou a enviar para a Terra as dezenas de gygabytes de informação que recolheu. E o processo é lento e vai demorar um ano, uma vez que a velocidade da ligação, por assim dizer, não é a melhor.

"Plutão está a mostrar-nos uma diversidade de formas e complexidade de processos que rivalizam com tudo o que já vimos no sistema solar", disse Alan Stern, da missão New Horizons, citado no site da Nasa. "Se um artista tivesse pintado isto antes da aproximação [da New Horizons], eu provavelmente teria dito que era exagerado."

As novas imagens mostram 400 metros por píxel. Revelam possíveis dunas, fluxos de gelo de nitrogénio que aparentemente deslizam das regiões montanhosas para as planícies e até redes de vales que parecem ter sido escavados pelos movimentos dos materiais.

"Ver dunas em Plutão - se são dunas - seria completamente louco, porque a atmosfera de Plutão atualmente é tão fina", disse William B. McKinnon, da Washington University, St. Louis. "Ou Plutão teve uma atmosfera mais densa no passado, ou há algum processo que não conseguimos perceber."