segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Índia coloca em órbita primeiro satélite astronómico


Fotografia © REUTERS

Entre os objetivos do Astrosat está o de aprofundar o conhecimento dos "sistemas binários estrelares".

A agência espacial da Índia colocou hoje em órbita, com sucesso, o seu primeiro satélite Astrosat, com capacidade para observar diferentes objetos estrelares de forma simultânea.

O lançamento foi realizado pelo veículo polar PSLV-C30 às 10:00 locais (05:30 em Lisboa), desde uma plataforma na base de Sriharikota, no Estado oriental de Andhra Pradesh, informou hoje a Organização da Investigação Espacial da Índia (ISRO).

"O PSLV-C30 colocou em órbita, com êxito, o Astrosat", informou a ISRO, na sua conta oficial na rede social Twitter.

O Astrosat, de 1.513 quilos, tem como missão "fazer compreender de forma mais detalhada o Universo", segundo explica a ISRO no site da Internet criado para acompanhar as descobertas do satélite astronómico.

Entre os objetivos concretos do Astrosat está o de aprofundar o conhecimento dos "sistemas binários estrelares" -- duas estrelas que giram em torno uma da outra --, um aspeto muito relevante para compreender a evolução das estrelas.

O lançamento do Astrosat acontece cinco dias depois de a sonda indiana Mangalyaan cumprir um ano em órbita em torno de Marte, um feito tecnológico que nenhum outro país asiático alcançou e que só foi conseguido pelos Estados Unidos, pela Rússia e pela Europa.

A Índia conta com um dos programas especiais mais ativos do mundo, com o lançamento, até ao momento, de mais de 100 missões desde a sua fundação, há pouco mais de meio século.