domingo, 25 de setembro de 2011

Fóssil de dinossauro bebé pertence a uma nova espécie


Cientistas identificaram o fóssil do recém-nascido como pertencente à espécie propanoplosaurus marylandicus

Fóssil anteriormente encontrado nos EUA foi agora identificado como pertencente a uma nova espécie de dinossauros, os propanoplosaurus marylandicus. Este é também o fóssil de dinossauro mais jovem alguma vez descoberto.


Cientistas identificaram um fóssil anteriormente descoberto, na região de Maryland, Estados Unidos, como pertencente a um jovem dinossauro de uma espécie até aqui desconhecida, o propanoplosaurus marylandicus.

Quando Ray Stanford, um caçador de fósseis amador, encontrou este exemplar, em 1997, contactou o paleontólogo David Weishampel, da universidade Johns Hopkins, em Maryland. Weishampel e os colegas identificaram o fóssil como pertencente a um nodossauro.

Posteriormente, análises feitas por computador e a comparação das proporções do crâneo com diversas espécies da família ankylosauridaeo, categoria de dinossauros na qual se incluem os nodossauros, levaram à conclusão de que se trataria de uma nova espécie, designada propanoplosaurus marylandicus.

Fóssil pertencia a um dinossauro bebé

Os resultados da pesquisa, publicados este mês pelo "Jounal of Paleontology", indicam ainda que o fóssil pertencia a um dinossauro recém-nascido, que terá vivido há cerca de 110 milhões de anos. 

A idade do dinossauro foi determinada, através do fóssil, pela análise do desenvolvimento das articulações e dos ossos, bem como pelo tamanho. O fóssil tem apenas 13 centímetros, enquanto a dimensão média de um nodossauro adulto é cerca de seis metros.


A descoberta inédita permitirá aos cientistas analisar fatores relacionados com os cuidados parentais dos dinossauros, bem como aspetos gerais da vida dos animais desta espécie que habitaram no local onde hoje se situa Maryland.

fonte: Expresso

Sem comentários:

Publicar um comentário