segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Pombas da paz largadas pelo papa atacadas por corvo e gaivota


Pombas da paz foram atacadas por uma gaivota e um corvo

Papa Francisco apelou à paz na Ucrânia.

Duas pombas brancas – consideradas comumente como símbolo de paz e, para os católicos, símbolo do espírito santo – foram atacadas este domingo por um corvo e uma gaivota, após terem sido largadas por duas crianças ao lado do papa Francisco, durante uma celebração religiosa. 

Com dezenas de milhares de pessoas a assistir à cerimónia religiosa 'Angelus', na Praça de São Pedro, uma gaivota e um corvo negro perseguiram de imediato as pombas, momentos depois de estas terem sido libertadas de uma janela do Palácio Apostólico. 

A pomba que foi atacada pela gaivota perdeu algumas penas, mas conseguiu fugir do pássaro agressor. Já o corvo bicou repetidamente a outra pomba. Pouco depois, as duas pombas voaram para longe da praça de São Pedro.

Antes do incidente, o papa Francisco tinha apelado à paz na Ucrânia, depois de pelo menos três pessoas terem sido mortas durante os últimos confrontos no país. "Eu estou próximo da Ucrânia, em oração, em especial para aqueles que perderam suas vidas nos últimos dias e para as suas famílias", disse o chefe da Igreja católica na celebração. 

O papa Francisco prosseguiu o apelo à paz: "Espero que um diálogo construtivo entre as instituições e a sociedade civil possa ter lugar, que qualquer recurso à violência seja evitado e que o espírito de paz e de uma busca do bem comum esteja nos corações de todos."

fonte: Correio da Manhã