segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Sete pessoas infectadas com vírus da gripe das aves H7N9 na China


A nova vaga de infecções acontece na temporada da gripe do Hemisfério Norte JASON LEE/REUTERS (ARQUIVO)

Casos ocorreram em quatro províncias chinesas e confirmam uma nova onda do surto que se iniciou em Março de 2013 e já matou 50 pessoas.

Há mais sete pessoas que contraíram na China a novo e potencialmente mortal estirpe H7N9 do vírus da gripe das aves, anunciou nesta segunda-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS). Os novos casos juntam-se aos 24 que surgiram na semana passada e confirmam uma nova onda de infecção pelo vírus.

Os casos surgiram em quatro províncias chinesas diferentes, um deles foi de um homem com 38 anos que morreu a 9 de Janeiro. Os outros seis doentes estão em estado grave ou em estado crítico em hospitais, informa a OMS. Várias das pessoas que ficaram infectadas recentemente dizem ter estado em contacto com aves domésticas, mas a OMS ainda está a investigar a origem das infecções.

O vírus H7N9 da gripe das aves apareceu em Março de 2013 e já infectou pelo menos 175 pessoas na China, em Taiwan e em Hong Kong, matando meia centena dos infectados. Na China, houve várias pessoas que contraíram a doença estando em contacto próximo com outros doentes, mas a OMS reiterou na segunda-feira que “para já, não há provas de uma transmissão sustentada de humano para humano”.

Os especialistas dizem que esta nova vaga de infecções acontece por causa da temporada de gripe que está a decorrer no Hemisfério Norte, durante o Inverno. O reacendimento do surto seguiu-se a uma diminuição quase total dos casos entre Julho e Agosto de 2013. Os especialistas recomendam às autoridades públicas de saúde e aos médicos para estarem atentos a sinais de mutação do vírus que o torne mais facilmente transmissível entre pessoas.

fonte: Público