terça-feira, 1 de agosto de 2017

Espanha: cemitério pré-histórico encontrado debaixo de outro cemitério


La cantimplora que ha revelado la existencia de un cementerio prehistórico  de los Campos de Urnas, que data del 1.000 a.C.

Varios arqueólogos durante la excavación en la necrópolis visigoda en Sena (Huesca).

O cemitério pré-histórico encontrado data aproximadamente ao ano 1000 a.C.

Uma escavação arqueológica num cemitério visigodo em Sena, Huesca, revelou a existência de um outro cemitério pré-histórico anterior, pertencente a um ritual funerário dos Campos de Urnas e que data aproximadamente ao ano 1000 a.C, foi revelado esta terça-feira.

A singularidade dos restos de cerâmica encontrados é que pertencem a um ritual importado de povos da Europa central, o que na península ibérica se deu "de uma maneira quase exclusiva", explica ao El País o arqueólogo Hugo Chautón, responsável pela associação organizadora da campanha, dedicada à investigação arqueológica na área.

A Cultura dos Campos de Urnas difundiu-se durante o final da Idade do Bronze e o principio da Idade do Ferro no centro da Europa até à zona que é hoje o sul de Espanha. O seu nome provém do costume de incinerar os mortos e de colocar as cinzas em urnas que eram enterradas nos campos.

A descoberta desta necrópole pré-histórica foi possível devido ao achado de duas urnas e uma tampa, no mesmo lugar em que se encontrava o cemitério visigodo do século V d.C., objeto original da escavação.

"Tínhamos indícios de que havia algum tipo de vestígios anteriores perto deste local e este ano comprovámos que estava mesmo debaixo da necrópole visigoda", explica Hugo Chautón.

Os elementos foram preservados precisamente nos espaços que não tocavam nos túmulos visigodos, ou seja, em pequenas urnas entre sepulturas.