segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Sputnik esclarece mitos e realidades sobre os OVNIs


O que é um objecto voador não identificado? É um projecto de serviços secretos ou uma nave alienígena?

O ovnilogista e âncora da rádio Tarek Al-Ubaidi da cidade de Graz da Áustria, entrevistado pela Sputnik Alemanha, disse que "durante toda a história da humanidade no céu foram observadas coisas luminosas".

Na sua transmissão de rádio CROP fm, que existe desde 2000, Tarek Al-Ubaidi já conversou com vários especialistas em OVNIs.

Os caças da NATO perseguiram um OVNI no céu da Bélgica

"Negar completamente o fenómeno OVNI não é razoável", disse Tarek, dizendo que existem muitas evidências muito bem documentadas da existência deles, principalmente desde 1989 até 1992 durante a assim chamada onda belga de OVNIs.

Em março de 1990 a Força Aérea da Bélgica detectou "objectos estranhos" que penetraram no espaço aéreo do país. Da base aérea de Beauvechain, que fica perto do local do avistamento, descolaram vários caças F-16 para interceptar os objectos voadores. Mas os caças não conseguiram fazê-lo. Segundo os pilotos, os objectos eram muitas vezes mais rápidos do que os caças da NATO.

"Há mesmo uma declaração oficial do general belgo Wilfried de Brouwer sobre o caso", conta Tarek. Segundo os dados de militares, um dos objectos voadores que foram perseguidos aumentou sua velocidade de 240 para 1770 km/h em 2 segundos.

Os relatos sobre OVNIs são 95% simulados

"Sem dúvida, no céu há objectos que nós não podemos identificar rapidamente", continua o ovnilogista. Por exemplo, há duas semanas no céu de Graz voaram duas pessoas em planadores com fachos. Alguém filmou e o vídeo se tornou viral na Internet. É uma situação típica de um falso alerta sobre OVNIs.

Os alegados OVNIs são realmente satélites, ou meteoritos, ou lixo espacial, explica Tarek, e apenas 5% destes objectos permanecem realmente não identificados, mesmo depois de investigações escrupulosas. Segundo o especialista, em todo o mundo existem muitos casos não explicados.

Testemunhas e radares nem sempre são provas convincentes

O próprio Tarek Al-Ubaidi é engenheiro, especialista na área de telecomunicações e redes de informação, para além de programador, e por isso ele conhece bem as tecnologias. Ele disse que é muito interessante entrevistar as pessoas que dizem ter avistado OVNIs ou tentam estudar tais fenómenos.

O especialista sublinha que não basta só receber dados de um radar, porque eles são fáceis de enganar, mesmo os radares militares. Ele só reconhece o surgimento de um OVNI caso tenha dados de um radar e veja o próprio objecto.

Os ONVIs não são obrigatoriamente alienígenas

O fato de se observar um objecto voador não identificado não prova que ele pertence a alienígenas ou esteja ligado com coisas super naturais. Tarek sublinha que ainda nenhuma teoria sobre a origem alienígena de um OVNI foi oficialmente provada.

"Para mim, depois de muitos anos de estudo desta questão, a pergunta permanece aberta. Até agora eu não sei o que é exactamente um OVNI e eu quero estudar este problema de maneira científico-objeciva", disse ele, assinalando muitas vezes estes objectos podem ser protótipos de equipamentos secretos que estejam sendo testados no céu.

fonte: Sputnik News