segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Corpo com quase três mil anos é encontrado ainda a segurar faca


Outros cinco corpos foram encontrados mas apenas este se encontrava perfeitamente conservado.

Um corpo, com cerca de dois mil e novecentos anos foi encontrado na Siberia. É possível ver o esqueleto a segurar uma faca e uma adaga. 



O corpo foi descoberto quando especialistas estavam a remodelar um prédio histórico em Omsk, na Siberia. Albert Polovodv, um especialista do ministério da cultura de Omsk, disse ao Siberian Times que "com a mão direita segurava uma adaga, com lâmina, como se fosse usada como uma arma". 

"Na outra mão, o corpo segurava uma faca. Calculamos que fosse usada para cortar ligamentos ou dissecar", acrescentou. Outros cinco corpos foram encontrados nas proximidades, mas estavam completamente destruídos. Somente este estava perfeitamente conservado. 

Polovodv acrescentou ainda que devia tratar-se de um soldado. O guerreiro data do período de transição do Bronze para a Idade do Ferro, o que significava que tem entre 2.700 a 2.900 anos.