quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Israel: investigações não explicam mistérios em monumento com 5000 anos


É tão antiga como Stonehenge mas só foi descoberta no século passado. A "roda dos gigantes", em Israel, é um mistério que as últimas investigações não esclareceram.

É uma das estruturas mais misteriosas do Médio Oriente, terá cerca de 5000 anos, mas só foi descoberta em 1967, pouco depois de Israel tomar o território que antes pertencia à Síria.

Ou seja, este monumento pré-histórico de pedra passou despercebido durante séculos, apesar da sua extensão, nos Montes Golã.


A explicação é simples: só de cima se consegue ter uma noção da extensão e do formato deste monumento que agora está a ser estudado por uma equipa de cientistas.

Em árabe é o "Rujm el-Hiri" ("pilha de pedras do gato selvagem") e em hebraico, "Gilgal Refaim" ("roda de gigantes" - numa referência à antiga raça de gigantes mencionada na Bíblia).

É composto por cinco círculos concêntricos, os maiores com mais de 150 metros de largura, e uma enorme câmara mortuária no meio.

"É um local enigmático. Temos bocados de informação, mas não todo o quadro", disse à Reuters Uri Berger, um especialista em túmulos megalíticos da Autoridade de Antiguidades de Israel. "Os cientistas chegam, são surpreendidos com o local e elaboram as suas teorias".

Mas a verdade é que ninguém sabe quem o construiu e porque razão.

fonte: TSF