sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Capturado tubarão após vários ataques em Moçambique

Tubarão já fez uma vítima mortal e amputou os braços de uma outra pessoa (Foto DR)

Um tubarão foi capturado esta sexta-feira em Inhambane, no sul de Moçambique, após três ataques a pessoas nas últimas duas semanas atribuídos a este predador.

"A nossa operação culminou com a captura de um tubarão de aproximadamente dois metros e meio", avançou Américo Sitoe, o administrador marítimo desta província no sul de Moçambique, sem precisar a espécie capturada nem estabelecer relação entre este animal e os recentes ataques.

Um pescador da baía de Inhambane ficou no domingo sem braços na sequência de um ataque de tubarão.

Foi o terceiro caso registado em menos de dez dias na região, após a morte de uma mulher e um homem ter perdido um braço, provocando a revolta da população.

Desde o primeiro ataque, as autoridades marítimas e pescadores locais iniciaram uma caça ao tubarão, cujos resultados até hoje se limitavam à captura na quinta-feira de duas pequenas crias, apresentadas como sendo tubarão-touro, embora outras opiniões as identifiquem como sendo de espécies de tubarões-de-recife, habitualmente pouco agressivos para o Homem.

As crias foram entregues ao Instituto de Investigação Pesqueira, segundo Américo Sitoe, que hoje esperava também a chegada de técnicos do Ministério das Pescas para se encarregarem do tubarão capturado hoje.

"É uma verdadeira festa, a população está muito satisfeita com a captura deste animal", descreveu o administrador marítimo de Inhambane, cuja costa é um dos principais centros turísticos do país.

A ocorrência de várias espécies de tubarão, incluindo tubarão-touro, é conhecida no canal de Moçambique, embora seja raro o registo de ataques a pessoas.