quarta-feira, 25 de novembro de 2015

"Fantasma" provoca pânico em cidade argentina


Arrecifes vive uma autêntica psicose colectiva depois de muitas pessoas terem visto uma "aparição" "alta e magra" na estação de comboios

Muitos habitantes da cidade argentina de Arrecifes, a 175 km de Buenos Aires, estão a viver uma psicose motivada pelas aparições de um homem "alto e magro" coberto por um lençol branco em vários pontos da cidade. Os populares acreditam que viram um fantasma e inundaram a polícia com dezenas de chamadas para a polícia quase em pânico.

O responsável pela segurança pública no município de Arrecifes, Luis Quiroga, viu-se compelido a dar uma entrevista à imprensa local para afirmar aos moradores da cidade, cerca de 27 mil habitantes, que estão "preocupados" e "confusos" com a dita aparição, que não há nada de transcendente ou sobrenatural sobre os acontecimentos.

"O fantasma é uma pessoa de carne e osso, embora muito ágil porque três ou quatro moradores já correram atrás dele e não o conseguiram apanhar", disse Quiroga ao canal de televisão local Todo Noticias, adiantando que, apesar disso, a situação é responsável por uma "psicose impressionante" que está a levar "as crianças a não conseguirem dormir com medo e as pessoas que vivem sozinhas a não conseguir adormecer".

Responsável por manter a ordem, Quiroga diz que para tranquilizar a população, cada vez que a polícia recebe uma chamada a alertar para um "fantasma" visto em tal parte, são enviados vários agentes que inspeccionam o local e tentam sossegar os moradores.

"O preocupante é que os habitantes saem de casa de madrugada para patrulhar as ruas, levando reflectores e paus, e existe o risco de apanharem um inocente porque, se tiver as características de qualquer homem magro e alto, como descrevem as vítimas, poderia ser atacado", remata Quiroga.

fonte: Sábado