segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Cientistas tentam descobrir finalmente os segredos das pirâmides do Egito


Um grupo de investigadores egípcios e de especialistas estrangeiros iniciou hoje uma nova tentativa para desvendar os "segredos" das pirâmides, incluindo a procura de câmaras secretas dentro de quatro monumentos faraónicos famosos.

Arquitetos e cientistas do Egito, França, Canadá e Japão vão usar tecnologia de infravermelhos e detetores modernos para mapear duas pirâmides de Gizé e outras duas de Dahshur, sul do Cairo.

"Este grupo especial irá estudar estas pirâmides para ver se há câmaras escondidas ou outros segredos" dentro delas, disse o ministro das Antiguidades, Mamduh al-Damati, numa conferência de imprensa.

"Os engenheiros e arquitetos irão fazer a investigação com tecnologia não destrutiva para não danificar as pirâmides", afirmou.

Especialistas adiantaram que o estudo, conhecido por "Scan Pirâmides" resulta nova tentativa de compreender, em primeiro ligar, como foram construídos os monumentos.

Anteriormente, já foram feitas outras investigações para descobrir os mistérios das pirâmides do Egito, mas os arqueólogos e cientistas ainda não conseguiram chegar a uma teoria concreta sobre como as estruturas foram feitas.

Este projeto deverá decorrer até final do próximo ano.

Damati disse que as tecnologias que serão utilizadas para investigar as quatro pirâmides poderão ser úteis para procurar uma eventual câmara escondida no túmulo do faraó Tutankamon com o local fúnebre da rainha Nefertiti.

Até agora, os cientistas desconhecem a localização da múmia de Nefertiti, mas o conhecido arqueólogo britânico Nicholas Reeves disse, num recente estudo, que o seu túmulo poderá estar numa câmara secreta adjacente à de Tutankamon, no Vale dos Reis, em Luxor, sul do Egito.

Reeves, que esteve em Luxor em setembro para provar a sua teoria, acredita que uma das portas do túmulo de Tutankamon dá para o local fúnebre da Nefertiti.

fonte: Sol