sábado, 28 de novembro de 2015

Ataque de vespas asiáticas deixa jovem em estado grave


Um jovem com 24 anos sofreu ferimentos graves e está no Hospital de Guimarães, depois de ter sido alvo de um ataque de um enxame de vespas asiáticas.

As picadas ocorreram nas traseiras de uma habitação na Rua da Beira Alta, em Prazins Santo Tirso, concelho de Guimarães.

Hélder estava a cuidar do quintal da vizinha, na tarde de sexta-feira, quando foi picado na mão por uma vespa. Como já era a segunda vez que tal acontecia, decidiu vingar-se. Abeirou-se do ninho situado a um metro de altura, numa parede de cimento junto ao quintal e, com a mão, deitou-o abaixo.

O casulo partiu-se a meio e as vespas saíram para um ataque conjunto que obrigou o homem a fugir. Não sem antes ser alvo de múltiplas picadas no rosto. "Ele largou a enxada e disse que ia lavar a cara. Quando veio já estava todo inchado, parecia um balão", conta a vizinha.

Perante os ferimentos que ganhavam tamanho, a mulher chamou os Bombeiros das Taipas, poucos minutos antes das 16 horas. "Fomos acionados para uma situação de ferimento causado por vespas asiáticas", disse Hermenegildo Abreu, comandante da corporação taipense.

Segundo a vizinha, que assistiu a tudo, aquele ninho já estava sinalizado: "Já tínhamos ido à Junta e ligámos para a Câmara. Estamos à espera que o venham destruir". Em casos de avistamento de ninho, alertar a Junta de Freguesia é o procedimento correto.