segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

EUA: Pastor diz que cavalos "curam homossexualidade"


Igreja do Cowboy da Virgínia defende psicoterapia assistida por equídeos

Um pastor norte-americano da Igreja do Cowboy da Virgínia, culto criado há três décadas para os vaqueiros e profissionais dos rodeos, está a defender que a psicoterapia assistida por equídeos, que envolve dar festas a cavalos, serve para "curar a homossexualidade".

Segundo Raymond Bell, cujos métodos foram noticiados pelo site Huffington Post, esse tipo de terapia "pode ajudar qualquer pessoa com um estilo de vida homossexual".

O pastor da Igreja do Cowboy da Virgínia acredita que a psicoterapia assistida por equídeos ajuda a identificar o que levou a pessoa a tornar-se homossexual, avançando causas politicamente incorrectas, como "violação, abandono, falta de um modelo masculino, abusos ou baixa auto-estima".

As terapias destinadas a "converter" homossexuais foram proibidas no estado da Califórnia, mas essa legislação ainda não entrou em vigor, pois existe um recurso pendente.


Sem comentários:

Publicar um comentário