domingo, 16 de dezembro de 2012

Como a NASA imaginava as colónias espaciais








Estas imagens, que parecem ao mesmo tempo ultrapassadas e futuristas, foram concebidas nos anos 70.

Depois de chegar à Lua, a NASA achava que a colonização espacial era uma questão de pouco tempo e estudou a forma como pensava que poderiam ser as cidades fora da Terra.

A colónia Bernal, esférica, podia alojar cerca de 10 mil pessoas e seria rotativa, tendo a rotatividade um efeito igual ao da gravidade.

A colónia Toroidal, em foma de tubo, também rotativo, teria capacidade para albergar o mesmo número de pessoas.

Ambas estavam planeadas para ser auto-sustentáveis, com campos agrícolas, pequenas florestas e até superfícies aquáticas.

Mas, como explica o astrónomo Phil Plait à revista 'Slate', estas estações espaciais seriam extremamente difíceis de construir: a engenharia necessária para fazer girar uma coisa no espaço, por mais pequena que seja, é altamente sofisticada e, obviamente, caríssima.

fonte: Sábado

Sem comentários:

Publicar um comentário